Francisco, el Hombre semeia um futuro com maior esperança em "Nada Conterá a Primavera", primeiro single do seu próximo disco

setembro 25, 2021

Crédito: Julia Pessini e Amare Audiovisual (@amare.audiovisual)

Francisco, el Hombre semeia um futuro com maior esperança em "Nada Conterá a Primavera", primeiro single do seu próximo disco

 

Na astronomia, o equinócio representa o momento em que nenhum dos hemisférios está inclinado em relação ao Sol, isto é, os seus raios incidem diretamente sobre a Linha do Equador, iluminando, então, igualmente os dois hemisférios. Esse fenômeno marca também o início da Primavera e todo esse acontecimento reflete poeticamente na nova fase que entra a Francisco, el Hombre. A banda dá início à jornada de lançamentos que resultará em seu terceiro disco de estúdio. "Nada Conterá a Primavera" é a primeira amostra desta etapa e, tal qual estação do ano em que chega, sugere uma era de floração, renascimento e, portanto, de esperança. A faixa chega hoje, 23 de setembro, às plataformas de streaming (ouça aqui), enquanto um registro audiovisual é preparado para ser lançado em breve no canal de YouTube do grupo.

Não foi à toa que "Nada Conterá a Primavera" foi escolhida como o primeiro single do disco que sucede os celebrados álbuns SOLTASBRUXA (2016) e RASGACABEZA (2019). Ele é capaz de sintetizar a essência que trouxe os integrantes até aqui, com uma música extremamente contagiante, dançante e com muita energia. A letra da faixa, como de costume, mantém o caráter político sem perder a beleza da poesia, sendo que uma de suas inspirações foi o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra). “Mesmo em meio ao caos político e social e as tentativas de criminalização, o MST, os movimentos agrários, têm se mantido firmes, têm conseguido plantar, colher e distribuir. É daí que nasce a ideia", comenta Sebastianismos (voz e bateria), que forma Francisco, el Hombre ao lado de LAZÚLI (voz e percussão), Mateo Piracés-Ugarte (voz e violão), Andrei Kozyreff (guitarra) e Helena Papini (baixo). "Já as flores, somos nós, que existimos e resistimos, apesar desse momento de turbulência. Estamos aqui cantando esse hino da resistência, pelas vielas, esgotos, becos e bares. A letra nasce pensando no MST, mas também acaba pensando em toda essa movimentação de esquerda que resiste", ele complementa.

Com referências sonoras diversas que remetem à época auge da salsa, do mambo, do jazz latinoamericano, “Nada Conterá a Primavera” traz também um swing, o que lhe confere um caráter popular. Enquanto os versos da canção ecoam, a Francisco, el Hombre semeia um futuro de esperança, um futuro em que se planta e se colhe. 

Realizado com apoio do 4° Edital de Apoio à Criação Artística - Linguagem Música - Secretaria Municipal de Cultura, o próximo disco do grupo está previsto para chegar ainda neste semestre. 

Ouça “Nada Conterá a Primavera” aqui

 

Ficha Técnica:

Composição: Juliana Strassacapa, Sebastián Piracés Ugarte, Andrei Kozyreff e Mateo Piracés Ugarte.
Produção: Francisco, el Hombre e Mateo Piracés Ugarte
Edição: Max Matta e Mateo Piracés Ugarte
Técnico de Gravação: Max Matta
Trombone e Arranjos: Giovani Alves Loner
Trompete: Douglas William Rodrigues dos Santos
Saxofone: Mariana Marinelli de Oliveira 
Técnico de Gravação dos Sopros: Caique Neri (no Estúdio Toca do Ouriço)
Mix: Pedro Garcia
Master: Carlos Freitas (ClassicMaster)
Arranjos: Helena Papini, Juliana Strassacapa, Sebastián Piracés Ugarte, Andrei Kozyreff, Mateo Piracés Ugarte e Giovani Loner
Voz: Juliana Strassacapa, Sebastián Piracés Ugarte e Mateo Piracés Ugarte

 

Você poderá gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião sobre o post: Não esqueça de curtir e compartilhar

@persephonevanessamaria

Subscribe