"Jack, O Caçador de Gigantes"

abril 17, 2013



 "Jack, O Caçador de Gigantes" é uma releitura bem elaborada do clássico infantil "João e o Pé de Feijão", inicia-se com os dois protagonistas Jack um pobre fazendeiro e a Princesa Isabelle ainda crianças, ouvindo ao mesmo tempo a lenda Viking sobre o pé de feijão, criado á partir de sementes que usavam magia negra e cresciam tanto que eram capazes de levar os humanos ao reino dos gigantes e os gigantes ao reino dos humanos, Jack ouvia a historia contada por seu pai e Isabelle de sua mãe, o pai de Jack vem a falecer da peste e o mesmo ocorre com a mãe da princesa, por toda a historia mostra-se um elo invisível entre ambos os protagonistas, a historia do diretor Bryan Singer, nosso querido diretor de X-men conversa o tempo todo com o sobrenatural. Na antiga lenda que o pobre fazendeiro e a princesa ouviam, que os humanos foram salvos pelo rei viking, Erik, que moldou uma coroa com sangue de gigante sobre o elmo aterrorizante rúnico, criando assim um elo magico entre quem usa-se a coroa e os gigantes,assim seu usuario torna-se automaticamente o rei dos gigantes. Particularmente, achei que usar na mitologia do filme um "Rei Erik", foi muito oportuno e demonstrou o cuidado com a pesquisa da historia viking, os principais reis vikings e por que não alguns dos mais notórios chamavam-se Erik ou carregavam o sobrenome de Eriksson, um deles até conhecido como " Erik, O Vermelho" que foi um dos responsáveis pela expansão de colonias vikings, tendo chegado até o canada.  A historia também remonta o passado confuso da evolução viking e sua convivência com o cristianismo.
   Jack assim como João é distraído, ele e seu tio beiram a falência e ele precisa vender seu cavalo para colocar comida na mesa, quando de seu jeito desastrado tenta salvar a princesa que se meterá em apuros durante uma de suas fugas do castelo, acaba tal como João trocando seu cavalo pelo infortuno feijão e indo para casa, lá encontra seu tio irado, quando este sai a princesa fujona chega em  pedindo abrigo durante uma tempestade, a tempestade molha os feijões que crescem rapidamente até o reino dos gigantes, Isabelle fica presa dentro da casa e Jack tenta salva-la sem sucesso, pra piorar ele tem medo de altura e provavelmente você vai se divertir com a escalada dele junto aos guardas e ao noivo da princesa, no pé de feijão para realizar o resgate, o general ( ou seria comandante? Me perdi nessa parte) Elmont é interpretado por Ewan McGregor, nosso amado Obi Wan Kenobi e isso dá outro brilho a trama.  Durante o resgate da princesa seu noivo revela-se um traidor que rouba a mistica coroa e tenta liderar os gigantes, na caçada a princesa ultima descendente do Rei Erik e de quem eles desejam beber o sangue (isso é realmente muito nojento, ok, ok, os gigantes da trama são todos infinitamente nojentos), enquanto os protagonistas descem um pé de feijão que esta sendo derrubado e vivem seu petit romance (foi fofo *-*), o general Elmont mata Lord Roderick o noivo traidor, porém seu esforço não adianta de nada e a coroa termina virando o "Anel Nibelungo" na mão de um dos gigantes, que comanda todos os demais, na descida de uns 4 pés de feijão magico que ele havia roubado de Roderick, nessa hora confesso que eu já estava triste, o filme pra mim já havia acabado e não havia tido nenhuma batalha que me fizesse dizer "ÓÓÓ, ai sim!!", nessa hora a coisa ficou realmente boa houve a aguardada batalha, ok, não foi uma super batalha, mas foi melhor do que se não tivesse tido nenhuma, os efeitos ganharam um "tchan" a mais no 3D e nessa hora eu sempre gosto muito. Pra resumir Jack, acaba sendo obrigado a superar seus medos e demonstrar sua coragem, ele vence o "Rei Gigante", torna-se o novo "Rei Gigante" e os expulsa do reino dos humanos para sempre, também torna-se o novo Rei e casa-se com Isabelle, eles tem dois filhos para os quais contam sua fantástica historia. Os seculos passam e a coroa do Rei Jack que domina os gigantes foi ganhando modificações em seu Design e entre as confusões das guerras entre Vikings, Celtas e Saxões, aquela bagunça toda, a coroa esta nos dias de hoje na Inglaterra e remonta parte de sua historia antiga, e lá em uma excursão escolar ao que tudo indica esta Roderick, re-encarnado com seus 12 anos aproximadamente, planejando desta vez concluir seu maligno plano de dominar os gigantes e assim acabar com os humanos. Isto eu achei uma possível indicação de uma continuação do filme, e se houver, irei assistir, por que apesar de não ser uma historia incrível com batalhas maravilhosas, me agradou! Os efeitos são bons, os gráficos não chegam a ser impactantes o bastante para dar algum susto, porém fui ver o filme no Cinépolis Largo XIII, que trocou seus óculos o sistema agora chama "real D))) 3D" que deixa ainda mais definido, em alguns momentos tirei os óculos para ver como ficava o visual, a mídia esta bem menos embaçada agora ou seja não confunde os olhos se em algum momento você quiser descansar um pouquinho do óculos.
 

Você poderá gostar também

0 comentários

Deixe sua opinião sobre o post: Não esqueça de curtir e compartilhar

@persephonevanessamaria

Subscribe